Assessoria 100% digital.
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Reforma Trabalhista

Reforma Trabalhista
-Intervalo

Como era antes da reforma?
. Quem trabalhava acima de seis horas diárias, tem direito a, mo mínimo, uma hora de descanso e alimentação. Caso o trabalhador não possa usufruir o tempo integral, a justiça do trabalho pode condenar a empresa a pagar multa e adicional baseado no período integral de descanso.

E, hoje, ficou como?
. O período de descanso  em meio à jornada de trabalho  poderá ser negociado entre patrão e  empregado, mas deve respeitar o mínimo de 30 minutos para jornadas a cima de seis horas. Caso o descando mínimo não seja respeitado, a proposta prevê indenização de 50% do valor da hora normal de trabalho, mas apenas sobre o tempo não concedido em vez de todo o tempo de intervalo devido.

OBS:
Informações mais detalhada, sugerimos que procure seu Advogado.

© 1998-2019 CN Serviços Empresariais
Central Digital
(71) 3243-6435
Telefone Móvel
(71) 9.8892-4006
Escritório On-line e 100% DIGITAL.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal